Deputados reclamam de inércia na Sedtur e convidam secretária a prestar esclarecimentos

A falta de ações voltadas ao fomento do turismo mato-grossense norteou os debates durante a sessão plenária realizada pela Assembleia Legislativa, na manhã de hoje (28.11). As manifestações de insatisfação com a gestão da secretária de Estado de Turismo, Tetê Bezerra, tiveram início com o deputado Dilmar Dal’Bosco (DEM)- que usou a tribuna para criticar a Mensagem Governamental Nº72/2012, que dispõe sobre a formação do Conselho Estadual de Turismo. 

Na avaliação de Dilmar, a matéria não reflete nenhuma ação prática da Secretaria de Turismo (Sedtur) e por isso não tem caráter ‘urgente, urgentíssimo’ em sua tramitação, com solicitou o governador. “A Sedtur não produz nada para divulgar ou mesmo capacitar nossos potenciais turísticos, só pensa em criar mais despesa para o Estado”, criticou o democrata. 

Dilmar voltou a denunciar que o estado de Mato Grosso do Sul estaria trabalhando algumas ações para se firmar no cenário internacional como capital do pantanal e assim atrair os turistas que vierem assistir os jogos da Copa 2014. 

“A estratégia está sendo montada em parceria com empresas de aviação aérea, no aeroporto Marechal Rondon e prevê um campo promissor para turistas que contarão com passagens a preços reduzidos, para conhecer as riquezas da fauna e flora do Estado vizinho nos dias em que ocorrem o Mundial na Capital mato-grossense”, denunciou Dilmar. 

O despreparo do turismo mato-grossense, segundo ele, estaria mais além. Ele acusa a Sedtur de não mandar representantes em feiras internacionais, a exemplo de uma realizada recentemente na cidade do Rio de Janeiro. A secretaria, de acordo com o deputado, não teria sequer confeccionado folders com tradução em inglês, utilizando-se somente de um material defasado. 

“A Sedtur utiliza-se de panfletinhos reeditados do governo Blairo Maggi para divulgar nossas potencialidades. Na feira do Rio, por exemplo, não tivemos nenhum representante da Casa Civil, o vice governador. Não tivemos, sequer, a secretária de Turismo. Apenas panfletos colocados na bancada emprestada do estande do Distrito Federal”, disse. 

A insatisfação foi acompanhada por outros parlamentares. Os deputados Hermínio J. Barreto e Wagner Ramos, ambos do PR, formalizaram convite para a secretária Tetê Bezerra (PMDB) comparecer no Colégio de Líderes para prestar esclarecimentos de suas ações no comando da Sedtur. 

José Domingos Fraga (PSD) reclamou da interdição da Salgadeira e da falta de continuidade da MT-251, a Rodovia Emanuel Pinheiro, que liga Cuiabá à Chapada dos Guimarães, “atração turística mais próxima aos jogos de Cuiabá”. 

PROTESTO SILENCIOSO - Sentado nas galerias que dão acesso ao Plenário da Assembleia Legislativa, o guia de turismo e docente na mesma área, Gabriel José Pereira, fazia um protesto silencioso contra a inércia do Poder Executivo Estadual, exibindo dois cartazes com os seguintes dizeres: “O turismo em Mato Grosso está sucateado. Chega de BLÁ-BLÁ-BLÁ” e “Turisticamente Cuiabá 2014 será um FRACASSO”. 

O técnico afirmou que os investimentos em outros estados que sediarão a Copa de Futebol são infinitamente maiores que os Mato Grosso e, por esse motivo, não haverá tempo hábil para reverter o quadro caótico em que o turismo se encontra no estado e ainda fazer os investimentos necessários a recepção de turistas antes dos jogos de 2014.

Fonte: Assessoria de Gabinete

Nenhum comentário: