ÚLTIMA ETAPA - Governo apresenta o projeto da nova Ciretran de Tangará

Ele já chegou na fase final e segue para o Conselho Econômico do governo. Aprovado, terá R$ 2 milhões e entrará na fase de licitação

Fernando Leal - Assessoria de Gabinete

O presidente do Detran de Mato Grosso, Teodoro Moreira Lopes, apresentou ao vice-líder do Governo do Estado na Assembleia Legislativa, deputado Wagner Ramos (PR), o projeto arquitetônico da nova sede da 22ª Ciretran, que será construída em Tangará da Serra. O pedido feito pelo parlamentar por meio da Indicação nº 2.357, de outubro de 2008, foi respondido ainda em dezembro do mesmo ano.

No Ofício nº 455/2008/GP/Detran-MT, de 17 daquele mês, Teodoro Lopes previu a construção para 2009, mas fez uma ressalva: “A obra deverá ser executada assim que superadas as exigências legais, financeiras e orçamentárias”. No dia 15 de abril de 2009, o presidente do órgão pediu à Prefeitura de Tangará a doação de um terreno e a Câmara de Vereadores do município aprovou a Lei nº 3.243, sobre o assunto, em novembro seguinte.

Três anos atrás, Wagner Ramos justificou sua indicação alertando que a 22ª Ciretran tinha sérios problemas com um espaço físico que já não dava condições para atender os cerca de 37 mil veículos que, à época, circulavam em Tangará. Segundo os números mais recentes dessa estatística, divulgados pela Coordenadoria de Renaest (Registro Nacional de Estatísticas de Trânsito) e Detran-MT, o município polo do médio norte já tinha 44.327 veículos cadastrado no órgão do governo em maio deste ano. Exatos 20% a mais.

“Tangará continua sendo exemplo nacional de educação no trânsito e, também por esse mérito, merece o investimento do governo”, reforçou o republicano. De acordo com Lopes, o projeto já chegou à sua fase final e segue para o Conselho Econômico do governo. Sendo aprovado nessa instância, será disponibilizado orçamento de dois milhões de reais e ele vai para a fase licitatória.

Nenhum comentário: