PRIORIDADE - Wagner Ramos leva ao governo necessidades de municípios

Entre eles, em ordem alfabética, Campo Novo do Parecis, Diamantino, Jangada, Juína, Nova Maringá, Porto Estrela, Santo Afonso, Sapezal e Tangará da Serra

O vice-líder do Governo na Assembleia Legislativa, deputado Wagner Ramos (PR), iniciou trabalho de articulações e intermediações políticas entre municípios e o Estado para reverter deficiências graves que estão inviabilizando muitas das regiões mato-grossenses. Em fase inicial de elaboração para o período de 2012, o processo está sendo construído a partir de informações fornecidas pelos prefeitos sobre as principais pendências e necessidades dos municípios, e da disponibilidade do governo estadual.

Entre os primeiros que tiveram demandas repassadas ao parlamentar estão – em ordem alfabética – Brasnorte, Campo Novo do Parecis, Diamantino, Jangada, Juína, Nova Maringá, Porto Estrela, Santo Afonso, Sapezal e Tangará da Serra. Em todas as incursões junto ao Estado, as reivindicações estão sendo feitas diretamente ao governador Silval Barbosa e aos secretários das pastas que abrangem as áreas onde se concentram as necessidades das prefeituras.

Para atender Brasnorte, Wagner Ramos recorreu a Silval e aos secretários de Estado de Educação, Ságuas Moraes; de Saúde, Vander Fernandes; das Cidades, Ernandy Maurício Baracat Arruda; e de Transporte e Pavimentação Urbana (Septu), Arnaldo Alves de Souza Neto.

Por meio de documentos que oficializaram a apresentação das reivindicações para o primeiro município, o parlamentar mostrou ao governo a necessidade da disponibilização de dois micro-ônibus para o transporte de alunos (Indicação nº 84/2012 à Seduc); de reforma geral no hospital municipal (Indicação nº 85/2012 à Saúde); e a construção de meios-fios e sarjetas nas vias públicas do distrito de Água da Prata, e de um terminal de passageiros no aeroporto local (Indicações nºs 86 e 87/2012 à Secretaria das Cidades).

Wagner Ramos também pediu ao governo a manutenção com distribuição de lama asfáltica nas Avenidas Senador Júlio Campos e General Osório, e implantação de sinalização horizontal; e a disponibilidade de um caminhão “comboio lubrificante” e um rolo compactador vibratório liso e patas (Indicações nºs 88, 89 e 90/2012 à secretaria de Transporte e Pavimentação Urbana).

Fonte: FERNANDO LEAL - Assessoria de Gabinete

Nenhum comentário: