Proposta de Wagner Ramos valoriza a mulher em eventos desportivos

O documento veda qualquer tipo de discriminação ao sexo feminino no que diz respeito a possíveis diferenciações de valores de premiações

Exatos 35 anos após a criação da cadeira “Direito das Mulheres” na Universidade de Oslo, na Noruega – uma das mais significativas vitórias da mulher na busca pela igualdade de gêneros no mundo, Mato Grosso pode vir a contribuir para mais um passo nesse sentido.
Projeto de lei do líder do Partido Republicano na Assembleia Legislativa, deputado Wagner Ramos, estabelece a igualdade entre homens e mulheres nas premiações referentes às competições desportivas promovidas ou apoiadas pelos Poderes Executivo, Judiciário e Legislativo. O documento veda qualquer tipo de discriminação à mulher no que diz respeito a possíveis diferenciações de valores das premiações.

“A luta contra a discriminação dos direitos da mulher, no Brasil, deve se estender às mais diversas formas que atingem todas as camadas do povo brasileiro. Ela precisa transcender esse limite e se propagar por todos os fronts onde estão em jogo os direitos do homem e da humanidade”, ressaltou Wagner Ramos.

“Aplica-se o disposto no presente projeto de lei aos eventos desportivos promovidos com apoio ou realizados em espaços administrados por qualquer um dos Poderes do Estado de Mato Grosso”, define a proposta, acrescentando que o desrespeito às normas propostas acarretará multas entre R$ 5 mil e R$ 15 mil ao promotor do evento desportivo que gerar a irregularidade.

“Não podemos mais conceber tal discriminação contra a mulher. Queremos garantir os seus direitos, estimulando cada vez mais a sua participação em igualdade com o homem, valorizando-a e apoiando-a cada vez mais”, concluiu Wagner Ramos.

FERNANDO LEAL
Secretaria de Comunicação

Nenhum comentário: